Lugares vazios

"Andando por lugares esquecidos
Avistei algumas árvores mortas, 
Eram quase dez horas de uma noite chuvosa
Os ventos sopravam forte.

Os galhos secos faziam ruídos
Um aroma de mata silvestre no ar
Nada igual a minha cidade natal
Tudo calmo e sombrio.

Continuei a caminhada
No final de uma pequena estrada
Avistei um homem que sorria gentilmente
Um temor pairou sobre minhas pernas.

Um nevoeiro cobriu meus olhos
Minhas mãos ficaram frias
Senti um calor na barriga
E repentinamente uma voz.

Sua voz era profunda e acolhedora
Seus olhos eram como cristais
Me acolheu entre seus braços
Senti sua alma mais uma vez."



Talvez pareça assustador uma alma pequenina andar sozinha por estradas vazias.
Mas lugares esquecidos são solitários, nesses lugares prevalece o silêncio, e o silêncio não é perigoso para um corpo frágil como o meu.

Aproveito para levar na mochila meu grimório, uma câmera e algumas frutas.
Nós iremos caminhar juntos? Coletar matérias primas da natureza e escrever todas as nossas ações em pedaços de papeis finos. 






18 comments:

  1. Que incrível! Que palavras maravilhosas *-*

    ReplyDelete
    Replies
    1. Seu elogio me encanta!

      Delete
  2. Viver é um denso e sem senso dançar no silêncio.
    GK

    ReplyDelete
    Replies
    1. Que citação fascinante amigo!

      Delete
  3. "Qui ont écrit belle! Scènes de leur histoire ont traversé mon esprit! "

    Obrigada Anite! c:
    This "cosmic brother" is a person I meet in September and he's is really important to me now... Everyone needs to meet one of their cosmic siblings someday! Did you meet yours?

    ReplyDelete
    Replies
    1. Yes Mab, for my happiness I found more than a "cosmic brother". I was very happy to find it!

      <3

      Delete
  4. "I always come back because I need to enjoy what sweet soul of people write. You're one of them! I love your outlook on art and sensitivity. Oh, we do not exchange the cards because not even I returned to my city. As it turned out, I'll let you know my sweet soul. <3"

    Me too, I always come back! I'm not able to leave Blogger since like 5 years... I love reading other people lives too much to go away.
    Aw, thanks Anite c: You too, you're one of them. Reading your posts helps me a lot for my Portuguese.
    Oh, it's okay, we can wait for the letters! Anyways, I won't have the time to write something until the end of December, because of school.

    Have a good week <3

    Mab xxx


    ReplyDelete
    Replies
    1. Yes, we have time for one another dear friend! <3
      I love the things of your soul!

      Delete
  5. Como é bom ler seus escritos e lembrar o quanto é necessário o silêncio e a solidão.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Eu penso que todos necessitam de um largo silêncio.. é quando realmente nos encontramos e nos sentimos!

      Delete
  6. Que querida! Adorei este espaço <3

    ReplyDelete
    Replies
    1. Gostou do silêncio daqui? <3 grata.

      Delete
  7. Isso foi tão sombrio e lindo ao mesmo tempo. Senti uma leveza na alma :)
    Parabéns pelo blog lindo *_*

    beeijão ^^
    http://carolhermanas.blogspot.com.br/

    ReplyDelete
    Replies
    1. Olá Carolina, obrigada!
      Eu visitei seu blog e gostei muito. Vou guarda-lo em meu feed!

      beijos <3

      Delete
  8. O silêncio <3
    Seu cantinho é encantador, acho que vou dar uma passadinha aqui sempre! :)

    lesobrinho.blogspot.com

    ReplyDelete
    Replies
    1. Olá senhorita, grata! és sempre bem vinda.

      Delete
  9. Anite,

    Lugares vazios, lugares propícios para encontros de almas, uma troca mútua, no vasto silêncio, em cada intervalo, um flutuar de corpo, alma, coração...

    Lindo poema, me fez sentir assim, beijo.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Lindo sentimento Safira! :)
      Fico feliz por escrever isso.

      Delete