Somos ferrugem, resto de estrelas.


Antes de começar o dia, quando acordo geralmente penso que estou em algum lugar estranho, talvez seja certa loucura da minha mente distorcida, mas ao despertar dos meus sonhos todos os dias, imagino que este lugar que vivo me parece como uma profunda ilusão. Não recharçando viver como todos vivem, mas simplesmente negando que essa e apenas essa, seja a nossa vida ou estilo de viver. Talvez nós possamos estar vivendo de outras formas em outro espaço e tempo. O universo pelo que dizem é imenso e este supostamente infinito. Se algo o expande eu não sei, mas que há uma distancia imensurável entre nós meros individuos vivendo dia após dia em um espaço e tempo que nós mesmos criamos, porque nós mesmos não poderiamos estar vivendo também fora daqui? Em sonhos antigos...


" Cada átomo em seu corpo tem bilhões de anos de idade. Hidrogênio, o elemento mais comum no universo é uma das principais características do seu corpo, foi produzido no 'suposto' Big Bang 13.7 bilhões de anos atrás. Átomos mais pesados, como carbono e oxigênio foram forjados nas estrelas entre 7 bilhões e 12 mil milhões de anos atrás, e surgiram através do espaço quando as estrelas explodiram. Algumas destas explosões foram tão poderosas que também produziram os elementos mais pesados ​​que o ferro, o que as estrelas não podem construir. Isto significa que os componentes do seu corpo são verdadeiramente antigos: Você é poeira estelar!" -  Fonte



Talvez essa seja uma postagem absurda para se falar ou totalmente desnecessária partindo do principio que algum leitor veja isso e me julgue com algum tipo de insanidade mental. Mas geralmente costumo falar dos meus sonhos que por sinal são viagens estranhas que considero algo totalmente atípico nesse mundo. Acho que devemos pensar que o tempo possa estar mentindo para nós. Somos realmente quem somos? Existe um acaso? Ou tudo está escrito? E essa história que nossa vida acaba quando nos desprendemos dos nossos invólucros? Até mesmo uma estrela que explode na imensidão do universo, espalha através dele os seus restos de poeira que viajam pelos cosmos milhares de anos, vagando, conhecendo e se encontrando com outros restos de detritos dos astros que um dia já viveram e agora partiram para viver em outras partes do infinito.

Há astros celestes vivendo por ai no espaço há milhares de anos. Há pessoas que viveram muito tempo neste planeta e porque estas pessoas também podem estar vivendo entre um periodo de tempo entre passado, presente e futuro. O que tento dizer é que quando você não se encaixa no mundo, não se adapta ao sistema ou desconhece aquilo que todos julgam ser o melhor para se viver, então há algo estranho se revirando dentro da sua mente. Através de muitos sonhos que tenho no qual vivo em lugares e planetas totalmente distintos deste aqui. Conheço pessoas, visito lugares e volto para minha casa... As vezes sou quem sou, as vezes sou uma criança e as vezes uma senhora de muitos anos já vividos, alternando uma vida entre meu lugar de origem, estrelas violetas ou constelações antigas. Só que as vezes me sinto muito solitária neste planeta que pensava ser tão grande e é tão pequeno. Me sinto como o pequeno principe com uma rosa e uma raposa que visito em alguns dias tranquilos.


Meu mundo é pequeno, etérico e solitário. Certa vez assistia a um desenho japonês que relatava uma breve estória sobre uma menina que vivia em um mundo... talvez certa semelhança. 

Aqui é mundo que já se acabou
Nada nasce
Nada morre
Não existe nenhum tempo para passar
Se estivesse escolhendo um lugar para viver
Acharia que aqui não é um bom lugar.

Em dias de insônia - Diário

4 comments:

  1. Insanidade mental nada, Anite! Eu me identifico com boa parte do que tu disse, em relação a não se satisfazer com o que nos é fornecido, ou o que se é possível alcançar. A minha desvantagem é que não consigo viver outras vidas pelos sonhos, a não ser pelas séries televisivas, os livros, a arte em geral... Obrigada por compartilhar esse sentimento, mesmo que pela insônia. A semelhança conforta. Beijos.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Fico contente quando alguém se identifica com minha insanidade, sério! Tu és bem especial, eu gosto muito da tua essência.. Dêssa, nossos sonhos muitas vezes são o que queremos que seja... pense nisso. :) de tanto sentir.. uma hora sonharás.

      Delete
  2. Marieta10/09/2015

    Não considero uma insanidade mental, podes ter certeza que não é apenas tu que pensas isso no mundo! Ando meio perdida no tempo e quando li sua postagem, percebo que não estou sozinha nessa.

    sua página é encantadora! <3

    ReplyDelete
    Replies
    1. Bom, isso é acolhedor. Obrigada!

      Delete