Breve passagem dos minutos

13:56 - Ela batia sutilmente suas asas molhadas na chuva de novembro, caíra sobre a poça de água acumulada no corredor.


15:20 - Os raios solares chegaram, depois de uma longa jornada pelo espaço, contagiando o quarto com reflexos minimalistas.


17:40 - Vó, durma ternamente sobre seus lençóis de algodão, o entardecer lá fora é aconchegante, o silêncio habita meus passos sobre o assoalho.


19:02 - Escreve-se sobre as coisas visíveis e as coisas não visíveis, sentimentos saltitantes, habitantes da alma.



O que é a sensibilidade?
A efemeridade?

As coisas vão passando lentamente sobre seus olhos.
Milhares de partículas saltam sobre você
Algumas esbarram, outras desviam
E você só pode notar, se observar.

Cada átomo ingênuo sobrevive por uma causa
Somos átomos perdidos em uma vastidão
Pequenos pedaços desprendidos em solidão
Por isso procuramos unir-se em alma

O tempo vai passando e ele está com pressa
Vem variados minutos durante um dia
No qual somos obrigados a registrar em nossas mentes
Todas as fantasiosas e verdadeiras emoções




18 comments:

  1. Nada é permanente, exceto a mudança.
    GK

    ReplyDelete
  2. Estou apaixonada por suas palavras e suas fotos! <3

    ReplyDelete
    Replies
    1. Grata por sua presença.

      Delete
  3. Estou apaixonada por esse blog <3 Que fotos e que palavras maravilhosas!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Que gentil, é bom ver-te.

      Delete
  4. Anite, que blog lindo, to encantada!!!
    Que sensibilidade, que fotos incríveis e todos esse momentos "cotidianos" juntos com o poema, to simplesmente apaixonada.
    Amei mesmo, acho lindo gente talentosa e sensível.
    Beijoss

    ReplyDelete
    Replies
    1. Talentosa és tu com textos inspiradores. <3

      Delete
  5. Belíssimas imagens, belíssimas legendas, belíssimos versos!

    ReplyDelete
  6. estou encantada com tamanha delicadeza e sensibilidade...

    ReplyDelete
  7. Que post lindo :)
    Nós vivemos no automático e nem prestamos atenção como os minutos passam sem que percebemos esse tipo de coisa..tão bonita e delicada.

    Amei.

    Beeijão :)

    http://carolhermanas.blogspot.com.br/

    ReplyDelete
    Replies
    1. É importante notar o tempo. As vezes coisas grandes passam despercebidas.

      Delete
  8. É muito bom ver as coisas pelas lentes dos teus olhos!

    ReplyDelete
  9. Anite,

    O tempo adquire a perspectiva que atribuímos a ele, a intensidade de nosso olhar... Lindo texto, amei!

    Safira

    ReplyDelete
    Replies
    1. Exatamente Safira, infelizmente nem todos enxergam. Alguns vêem mas não aspiram.

      Delete