Memórias gélidas

Não vejo mais tantos os sorrisos sinceros e os abraços confortantes. Ninguém mais sai para colher flores ou observar as nuvens cortarem os céus... Ando tão solitária que parece que o planeta que habito tornou-se um um grande amontoado de caixas bagunçadas em um porão velho e mofado.

Sinto falta dos olhares misteriosos, das conversas sinceras além das redes sociais; toques, emoções, sensações, sinto falta da verdade... 

Hoje as pessoas caminham sem essência, ninguém mais quer ter uma roda de diálogos sobre a formação dos planetas sinceros, e os amigos realmente esticaram, cederam ao mundo conturbado que vivemos: esse sistema impróprio e escuro. Quem achar que é feliz caminhando sobre esta terra de horrores não pode ser normal.

" Olhe as pessoas mais de perto.
Vejas suas ações e emoções... 
Sinta a essência das pessoas
Como energias perdidas
À procura de um encontro real..."





6 comments:

  1. Intensa e tão pura que enche os olhos de beleza e admiração <3

    ReplyDelete
  2. Infelizmente algumas pessoas vem se esquecendo do que realmente importa. Admiro os que ainda se importam com a alma e com as pequenas coisas.
    <3

    ReplyDelete
    Replies
    1. Admiro que ainda exista pessoas com semelhantes sentimentos. ❤

      Delete
  3. Compartilho desse sentimento. A modernidade nos trouxe a 'facilidade de comunicação' mas o que ela fez na verdade foi tornar as pessoas mais distantes, sinto calafrios em pensar aonde vamos parar com tudo isso...

    ReplyDelete
    Replies
    1. Estás correta meu anjo.
      É lamentável que as pessoas cederam ao sistema e esqueceram os sentimentos. Eu não condeno a modernidade, pelo contrário sou realmente grata à ela por pode conhecer pessoas em todo mundo e tornar nossas vidas mais acessíveis. Mas as pessoas não estão entendendo esse processo.. andam desordenadas. Bem, tenho saudades. ❤

      Delete